:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

O consumo de vinho no Brasil ainda é muito baixo em relação a outros países produtores no resto do mundo. Temos um consumo per capita de apenas 2 litros/ano. Além disso, o consumo de vinhos finos também é algo muito recente em nosso país. Apenas 10% dos consumidores brasileiros consomem esse tipo de vinho O brasileiro tem o costume de beber o chamado vinho de mesa, conhecido por vinho suave. Outro dado importante é a produção de vinhos finos e de mesa. De acordo com a IBRAVIN, em 2016 o Brasil processou 300 milhões de quilos de uva. Desse total, apenas 32 milhões foram de uvas finas e o restante, 268 milhões, foram de uvas de mesa. Mas o que são uvas de mesa, vinhos de mesa e que diferença há entre o vinho suave de mesa e os vinhos finos? Veremos a seguir.

 

Primeiramente é importante saber que os vinhos finos são produzidos com uvas Vitis vinífera, mais conhecidas popularmente por “uvas europeias”. Entre tantas, temos algumas mais tradicionais, tais como: Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat, Malbec, Pinot Noir, Carmenere, Toura a Franca, etc. Já os vinhos suaves de mesa são produzidos pela espécie Vitais labrusca. São uvas comuns, do tipo que encontramos em feiras e supermercados. São uvas com pouca estrutura e sem potencial para a produção de vinhos finos complexos. São popularmente chamadas de “uvas americanas”, ainda que nem todas tenham sua origem na América. As mais conhecidas são: Concord, Niágara e Bordô. Uma outra que também é muito usada na produção de vinhos de mesa é a Isabel, uva híbrida, gerada pelo cruzamento entre uvas Vitis vinifera e Viti labrusca.

Então, uma das principais diferenças entre o vinho suave de mesa e o vinho fino seco está exatamente na utilização das uvas na produção dos mesmos. As uvas de produção do vinho suave têm casca mais grossa e são maiores. As viniferas possuem casca mais fina e mais sementes.

 

A transformação da uva em vinho se dá pelo processo de fermentação, onde o açúcar é transformado em álcool pelas leveduras. Nesse processo, o vinho fica praticamente sem açúcar, por isso é chamado de vinho seco. Uvas sobrematuradas gerarão vinhos com maior teor alcoólico, pois possuem maior nível de açúcar. Mas isso gerará vinhos com baixa acidez e adocicados, fáceis de beber. Os vinhos finos secos comerciais são a grande maioria no mercado de hoje. Apenas cerca de 5% da produção são vinhos clássicos, com boa estrutura e equilibrio entre álcool, acidez e taninos, o que também chamamos de vinhos de guarda, possuem a capacidade de melhorarem com o tempo, evoluindo dentro da garrafa.

Os vinhos suaves, além de serem produzidos por uvas mais simples, que não servem para a produção de vinhos finos secos, recebem adição de açúcar de cana, o que gera um vinho excessivamente doce(80 gr/l), enjoativo e nada gastronômico. Tudo isso gera um .vinho de baixíssima qualidade e com preços bem inferiores ao vinho fino. É essa adição de açúcar que torna o vinho suave. Existem vinhos suaves naturais, sem adição de açúcar, mas produzidos com uvas finas, as Vitis vinifera. Mas está é uma raríssima exceção  Um destes vinhos é o Naturelle da Casa Valduga. Os vinhos de sobremesa também são doces e não levam açúcar de cana em sua composição. São eles: vinhos do Porto, Sautternes, Late Harvester(colheita tardia), etc.

 

É também importante entendermos que os vinhos finos possuem maior custo de produção e maior tempo para ficarem prontos para o consumo. Alguns levam até cinco anos para serem finalizados e engarrafados para irem ao mercado, com passagem por barris de madeira.

Para você que está acostumado com vinho suave e gostaria de começar a degustar vinhos secos, aconselho a começar por espumantes brut, depois para vinhos brancos e rosés meio secos, depois para tintos meio secos e finalmente para vinis secos, especialmente os vinhos mais jovens, frescos e frutados. Construa seu paladar e depois passe para vinhos com mais estrutura. As opções são muitas, busque a que mais te agrada. Saúde!!!

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

COLUNAS Gente de opinião!

O poder da Meditação
O poder da Meditação
Publicado: Sábado, 17 Novembro 2018 00:14
Cave Antiga: Natureza transformada em vinhos
Cave Antiga: Natureza transformada em vinhos
Publicado: Sexta, 09 Novembro 2018 13:42
HARMONIZAÇÃO: VINHOS E ALIMENTOS
HARMONIZAÇÃO: VINHOS E ALIMENTOS
Publicado: Sexta, 02 Novembro 2018 13:15
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia

POPULARES Mais acessadas na semana