:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Com a chegada da Páscoa, o chocolate aparece em evidência. E quem não gosta de chocolate!!?? Poucas pessoas não são adeptas deste maravilhoso produto oriundo do cacau. E temos de vários tipos: ao leite, amargo, meio amargo, branco, orgânico, com frutas secas, etc. São muitas variações, que atendem a todos os gostos dos aficionados por esta maravilhosa sobremesa. Não é diferente com o vinho, pois temos os mais variados tipos, atendendo aos mais exigentes paladares.

 

Mas que tal harmonizarmos os dois!!?? Será possível? Vinho e chocolate se harmonizam? Bem, talvez você não acredite, mas sim, é possível juntarmos estas duas irresistíveis paixões. É claro, que assim como os pratos salgados, é necessário sabermos fazer as escolhas corretas para essa junção, levando em consideração o açúcar do chocolate e o teor de gordura (manteiga de cacau). Fica muito mais interessante quando usamos chocolates com alto teor de cacau, até 70%, pois assim teremos menor açúcar e gordura, que podem atrapalhar esse casamento. Vejamos algumas dicas.

1 – Harmonize o chocolate meio amargo com um vinho do Porto, de preferência o Tawny, que é envelhecido em barris de carvalho. Esta é uma harmonização clássica no mundo do vinho. Cuidado com essa degustação, pois o vinho do Porto possui graduação alcoólica em torno de 20º, visto que recebe adição de álcool vínico em sua produção.

2 – O chocolate ao leite aceita muito bem os vinhos de colheita tardia, os Late Harvest, que são bastante doces e densos. A Espanha produz um vinho chamado Jerez, comumente produzido com a uva Pedro Ximenez. Este também é um vinho interessante para se usar nesta harmonização.

3 – O chocolate amargo pedirá um vinho tinto seco, em especial com passagem em madeira. Opte por um Syrah, Malbec ou Cabernet Sauvignon. Caso queira degustar com um espumante, escolha os Brut produzidos pelo método tradicional (Champenoise), pois possuem mais estrutura para acompanhar o chocolate amargo.

4 – Os brancos podem ser casados com um belo espumante moscatel, que necessariamente precisar ser mais doce que o chocolate. A acidez presente no espumante e o gás carbônico auxiliam no equilíbrio desta harmonização, pois temos o açúcar em evidência e a gordura presente neste chocolate. Você pode usar também um vinho branco frisante ou mesmo um colheita tardia.

 

Aí estão as dicas para você não errar na harmonização vinho e chocolate. Faça experiências próprias também e veja o que mais agradará ao seu paladar. Boa Páscoa!!!

 

Vaner Benetti

Sommelier FISAR/WSET 1

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

COLUNAS Gente de opinião!

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia