:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Eu não bebo vinho branco! Eu não curto vinho rosé! Espumante é bebida de mulher! Vinho tinto não harmoniza com churrasco! Estas e outras afirmações já ouvi de algumas pessoas ao longo dos anos em que trabalho com vinhos. Costumo sempre dizer que quando falamos de vinho, que automaticamente nos leva para o mundo da gastronomia, experimentar é a palavra certa. Rotular um vinho ou uma harmonização com determinado prato é que considero inadmissível. Não devemos engessar jamais harmonizações entre vinho e comida, pois os paladares são os mais variáveis.

 

Dentre estas afirmações, muitos afirmam que vinho e churrasco não caminham juntos. Este é um erro comum no mundo da harmonização. Acreditar que o vinho é uma bebida que não pode ser consumida com carnes assadas. A grande verdade é que esse casamento entre vinho e carnes na brasa ainda tem um público enorme a ser conquistado no Brasil, que digamos, é o país do churrasco. Mas, percebo de forma clara, entre o público que consome os vinhos que comercializo, um aumento interessante nesta harmonização, com a cerveja sendo deixada um pouco de lado. Acredito, como já disse antes, que a experimentar novos sabores e texturas trarão ao consumidor brasileiro a certeza desta excelente harmonização.

Quando tratamos de carnes assadas ou grelhadas, um ponto importante a se considerar é a escolha de vinhos tintos mais maduros, com mais de cinco anos de idade e com a presença de taninos, ainda que você também possa usar um vinho jovem, mas opte por vinhos mais maduros, caso tenha essa opção em mãos.

 

Vejamos então algumas harmonizações entre alguns cortes de carnes e vinhos que podemos utilizar sem medo de errar.

 

- Carnes leves, sem gordura, como filé: Harmonize com um da uva Pinot Noir ou Gamay, ou mesmo um branco de Chardonnay barricado.

- Carne com alguma gordura, como contrafilé: Use um Syrah ou Cabernet Sauvignon;

- Carne com muita gordura, como picanha: Um Malbec ou Cabernet Sauvignon;

- Costela: Pode ser harmonizada com um bom merlot ou Tempranillo;

- Linguiça e Frango: Para linguiças um rosé com boa acidez para cortar a gordura. Já o frango pode ser acompanhado com um Carménère ou um branco de Sauvignon Blanc;

 

Há outras opções de uvas, tais como Tannat, que possui muitos taninos ou mesmo um bom espumante, que possui acidez para limpar as papilas gustativas e equilibrar a gordura da carne. Leve em consideração também os molhos que você usar nas carnes, pois isso também faz diferença.

Bem, muitas são as opções para você harmonizar churrasco com vinho. O que você não poderá dizer agora é que vinho e churrasco não combinam. E se quiser tirar isso à prova, venha participar do evento Grande Harmonização, que acontecerá no dia 18/05 às 19:00 horas no Rancho Gool, onde você poderá degustar um churrasco espetacular com excelentes vinhos.

 

Vaner Benetti

Sommelier FISAR/WSET 1

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

COLUNAS Gente de opinião!

Ser Mãe
Ser Mãe
Publicado: Domingo, 12 Maio 2019 19:35
CHURRASCO E VINHO: É POSSIVEL?
CHURRASCO E VINHO: É POSSIVEL?
Publicado: Sábado, 11 Maio 2019 14:34
Carta (sempre atual) ao futuro de Teixeira de Freitas
Carta (sempre atual) ao futuro de Teixeira de Freitas
Publicado: Quinta, 09 Maio 2019 15:40
MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia