:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Entre as ações, está o trabalho do artista Mazinho Lima que grafitou imagens femininas no antigo muro do Derba, em frente ao posto Skala na Avenida Getúlio Vargas. O prédio agora é uma extensão do campus Paulo Freire da Universidade Federal do Sul da Bahia.

De acordo com Mazinho, ele recebeu um convite de Carol Bento, aluna do campus, que estava com um componente curricular que abordava o tema "estética afrodescendente" e, também, em homenagem ao Dia da Mulher, planejava fazer uma intervenção criando uma arte no muro.

A parede, que tem aproximadamente 200 metros de extensão, recebeu imagens femininas negras, como "uma forma de lembrar a luta e o empoderamento da mulher negra", relatou o artista. Ele utilizou tinta comum e spray. "O grafite não tem uma regra que diga que deve ser usada apenas tinta spray. Eu gosto de usar todo tipo de coloração, de tinta e de material que fixa na parede", explicou Mazinho ao Vida Diária. 

Entre os problemas citados pelo artista em seu trabalho está a falta de apoio e de cultura da cidade em lidar com essas artes. Mesmo sem recursos ele diz: "eu quero mudar conceitos e espalhar arte na cidade, mesmo porque o grafite é uma tela, mas que todos têm acesso, sendo também uma forma de reflexão e protesto”.

Para concluir o trabalho de forma mais rápida, o artista fez os desenhos e chamou alguns amigos para preencherem as cores. Foram quatro dias para a finalização. Nos três primeiros dias eles trabalharam pela manhã, à tarde e também à noite.

Mazinho grafita desde os 14 anos. Começou pichando como forma de rebeldia, mas com o tempo seus conceitos de arte mudaram e ele passou a fazer outro tipo de desenho. Foi quando o grafite entrou na vida dele. Em Teixeira de Freitas ele também tem grafites expostos no Estádio Tomatão, Colégio Ruy Barbosa e em uma praça no Jardim Beira Rio que ocupa uma área de 100m.  O artista baiano também já teve trabalhos exibidos em uma novela da Rede Globo, "Alto Astral" de 2014, vista nacionalmente e através da Globo internacional.

Em seus trabalhos com o grafite ele busca "criar uma dinâmica entre o muro e as pessoas em volta", disse Mazinho, que ainda quis lembrar nomes de outros colegas grafiteiros teixeirenses como: Rafael Leite, RD, Diogo, Corrimão, Vanderson, e outros artistas que já realizaram belíssimos trabalhos na cidade.
Mazinho também trabalha com outros tipos de artes. Para saber mais, as pessoas podem segui-lo no Instagram (@mazinholimaoficial), no Facebook pessoal dele (www.facebook.com/mazinho.lima.1) ou na página (www.facebook.com/mazinholimadesenhos

).

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia