:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

cru x fla5

O Cruzeiro é pentacampeão da Copa do Brasil. O time mineiro venceu o Flamengo nos pênaltis, por 5 a 3, na noite desta quarta-feira (27) no Mineirão, depois de um jogo muito equilibrado e sem gols no tempo normal.

Logo aos cinco minutos, Raniel teve que ser substituído, obrigando o técnico Mano Menezes a fazer a primeira alteração. Pouco depois, Trauco sofreu falta na entrada da área, e Guerrero cobrou no travessão. O lance deixou a torcida da casa assustada e animou os rubro-negros. A postura dos times chamava atenção. Mesmo como visitante, o Flamengo tomou a iniciativa. Já o Cruzeiro esperava por contra-ataques, curiosamente recuado quando o Rubro-Negro tinha a posse de bola. No entanto, a Raposa criou duas boas chances em sequência, em finalizações equivocadas de Arrascaeta e Thiago Neves.

cru x fla3

O Cruzeiro chegou com perigo em outras oportunidades, mas falhou no momento decisivo. Do outro lado, Berrío e Guerrero deram trabalho aos defensores do time mineiro, mas o Fla não conseguia criar chances claras. Em resumo, o primeiro tempo foi equilibrado e agitado, apesar da falta de gols. O Cruzeiro pressionou nos primeiros minutos após o intervalo. Rafinha voltou no lugar de Robinho, lesionado, criando dificuldades para o Flamengo nas pontas. Pressionado, o time carioca não tinha moleza para chegar ao ataque. Quase aos 20, Diego, enfim, obrigou Fábio a fazer uma boa defesa.

cru x fla7

O time rubro-negro cresceu no jogo por alguns minutos e passou a dar mais trabalho. Porém, o lance de maior perigo foi criado pela Raposa. Aos 32, Muralha deu um susto na torcida do Flamengo. Diogo Barbosa cruzou da esquerda, e o goleiro espalmou na cabeça de Arrascaeta, que perdeu uma grande chance. Nos minutos finais, o jogo ficou ainda mais tenso, caminhando para os pênaltis. Guerrero quase abriu o placar aos 42, após uma boa jogada individual. Atento, Fábio fez uma grande defesa. Minutos depois, o árbitro decretou o fim do tempo normal. Era hora de decidir na marca da cal.

cru x fla

Na hora de decidir nos pênaltis, o Cruzeiro foi mais competente. Henrique, Léo, Hudson, Diogo Barbosa e Thiago Neves não deram chances para Muralha. Pelo Flamengo, Guerrero, Juan e Trauco converteram, mas Diego parou em Fábio, herói do título. O Mineirão foi ao delírio com o pentacampeonato. Era dia de festa para a Raposa.

Por Vida Diária: Andressa Lima/Terra.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia