:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

 

Pode parecer estranho, mas o Brasil já esteve mais preparado para a Copa do Mundo do que está agora. A cem dias da estreia do Mundial, a seleção dá razão a Tite, que em outubro de 2017, no auge da euforia com o time que havia acabado de vencer as Eliminatórias, falava que queria que a "Copa fosse disputada agora". 

A visão era compartilhada com o grupo. Por mais de uma vez, Tite e seus jogadores admitiram durante os jogos contra os sul-americanos que viam o time no momento ideal para entrar no principal torneio de seleções do mundo. Embalado, o Brasil alcançou nove vitórias seguidas, recuperou o primeiro lugar do ranking da Fifa e entrou em sintonia com a torcida, apresentando bom futebol ao longo da competição que garantia vaga na Rússia.

O tempo passou e mostrou aos brasileiros muito mais dúvidas do que as que eram levantadas naquela época, repetindo cenário que já foi visto nos últimos três Mundiais. A principal aflição do time no momento é a lesão de Neymar.

O atacante passou por procedimento cirúrgico no último fim de semana e agora vive uma batalha entre estafe, clube e seleção sobre o jeito correto de se recuperar. Alguns apostam na volta apenas nos amistosos pré-Mundial. Outros gostariam de ver o craque em ação ainda pelo PSG. A incerteza que cerca o melhor jogador do time tem a mesma origem da dúvida jogada em cima de outro atleta que era apontado como titular absoluto ao fim das Eliminatórias: Gabriel Jesus.

O atacante também operou o pé após uma lesão e começou a voltar aos gramados só agora, quase dois meses depois de parar. Na reta final para a preparação, o camisa 9 não tem nem mais a garantia de titularidade no Manchester City. Neste caso, no entanto, há uma compensação.

Na contramão dos jogadores citados, Roberto Firmino vive em incrível ascensão na Europa e ganha cada vez mais importância no Liverpool. O brasileiro tem feito gols e dado assistências, lhe garantindo uma vaga certa na Copa, segundo o próprio Tite.

Também no Campeonato Inglês, Willian vive um dos seus melhores momentos no Chelsea e serve como uma excelente substituição para Neymar nos amistosos contra Alemanha e Rússia.

Por enquanto, aguardemos também às boas atuações dos jogadores Paulinho e Philippe Coutinho, os quais trocaram o futebol inglês, onde se destacaram por grandes apresentações, pelo futebol espanhol.

Enfim, ainda temos 100 dias para aguardar e torcer pela seleção brasileira em mais uma Copa do Mundo. Vai lá Brasil, traga essa taça para nós!

 

 

 

Por: Vida Diária/Robson Dias e Uol

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia