:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas, 12 de janeiro: Parcerias entre Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal contribuíram para a apreensão de aproximadamente 90 kg de drogas nos últimos três meses, e nesta sexta-feira (12), os entorpecentes serão incinerados em uma fábrica de cerâmica localizada na BA 290, que liga Teixeira de Freitas a Alcobaça. Para obter esse êxito de apreensões, os serviços foram intensificados, principalmente através dos sistemas de inteligência dos órgãos de segurança, pois nesse período de fim de ano, o fluxo de drogas tende a aumentar na região. Vale destacar que esse não é o maior volume de entorpecentes que serão incinerados em um período de 3 meses. Em maio de 2017 foram cerca de 200 kg (sendo em torno de 170 kg de maconha capturados pela Polícia Militar).

 

Segundo o Delegado Ricardo Amaral, “promovemos a cada 3 meses, de forma constante, a incineração dos entorpecentes apreendidos, tudo isso com o intuito de preservar a segurança da delegacia e evitar que essas drogas caiam em mãos erradas novamente”, que para ele é uma forma de também demonstrar transparência para a população. Além disso, o delegado destaca alguns números importantes das operações: dos 90 kg apreendidos, 87 kg são de maconha, 1,5 de crack e 300 g de cocaína, sendo que em novembro de 2017 foram capturados cerca de 48 kg de maconha pela Polícia Militar, e em dezembro, foram 16 kg pela Polícia Civil e 10 kg pela Militar. Esses resultados demonstram o bom t rabalho realizado pelos órgãos de segurança.

 

Para o Tenente Emerson, foi desenvolvido um trabalho em equipe, todos foram essenciais para a conquista desses números, “como o próprio Dr. Ricardo falou, esse é um trabalho que está sendo desenvolvido através de uma parceria entre a polícia civil e militar. Através do sistema do nosso serviço de inteligência, conseguimos identificar e prender alguns traficantes”, disse o tenente. Ele também complementou dizendo que o trabalho ao combate do fluxo de drogas não para, é um trabalho constante e que vem obtendo êxito, “a diferença é que o nosso sistema de inteligência tem trabalhado diuturnamente e tem conseguido obter êxito nas informações e no repasse de las para que se realize nossas operações. As ligações anônimas têm contribuído muito, a participação da população no sentido de fornecer informações são importantes para diligenciarmos e conseguir  efetuar um bom trabalho”, conta o PM.

 

No ano de 2018, os órgãos de segurança seguirão a mesma linha de trabalho que vem dando certo e que os resultados possam ser ainda melhores.

 

Por: Vida Diária/Robson Dias e Nadson Camargo

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

POPULARES Mais acessadas na semana