:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Começou na manhã de quarta-feira (26) e terminou no início da madrugada desta quinta-feira (27), o julgamento do casal Jorge Mendes Carneiro Junior, de 42 anos e Erisângela Santos Silva, 39, acusados pela morte do próprio filho, Pedro Silva Carneiro, de apenas 9 meses de idade à época, que morreu na tarde do dia 29 de outubro de 2017, após supostamente cair do banco traseiro de uma caminhonete Toyota Hilux, numa estrada vicinal que liga o Prado à Praia da Paixão, no litoral norte do município.

Inicialmente a mãe foi inocentada pela Justiça durante a instrução criminal do processo, restando apenas o julgamento de Jorge Mendes, o qual o Ministério Público (MP), sustentava a acusação pela morte. No dia 17 de maio de 2017, no Fórum do Prado, Jorge Mendes foi absolvido em júri popular, mas o Ministério Público Estadual (MPE) recorreu e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), determinou um novo julgamento, dessa vez dos dois acusados.

E nesta quarta-feira (26), Jorge Mendes Carneiro Junior e Erisângela Santos Silva, como determinado pelo TJ, sentaram-se no banco dos réus no salão do júri do Fórum do Prado e após um longo debate entre defesa e acusação, o corpo de jurados optou pela absolvição do casal. Na defesa de Jorge e Erisângela atuou o advogado criminalista Gean Prates, que comemorou a decisão. “Mais uma vez foi feita Justiça para um casal inocente, que chegou a enfrentar o peso do cárcere. A absolvição está sacramentada e o Ministério Público já informou que não vai recorrer”, disse.

O júri começou às 9h de quarta-feira (26) e terminou por volta de 1h da madrugada desta quinta-feira (27), ou seja 16 horas depois. Familiares de Jorge, bem como de Erisângela, presentes durante o julgamento, comemoraram a decisão, lida pelo juiz Leonardo Coelho, titular da comarca do Prado.

Por: Vida Diária/Photojornalismo.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia