:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Ao menos um dos dois atiradores responsáveis pela morte de seis alunos e duas funcionárias da Escola Estadual Raul Brasil, era aluno da unidade, que fica em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, afirmaram estudantes do colégio.

 

Segundo relatou  um grupo de colegas em frente ao local, um dos rapazes estuda na sua sala de aula e há três dias avisou a colegas para “ficarem espertos”. Segundo esse mesmo jovem, que pulou o muro e fugiu no momento dos tiros, o atirador não sofria bullying e publicava fotos com armas nas redes sociais.

 

Dois atiradores abriram fogo dentro da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), na manhã desta quarta-feira, 13. Ao todo, oito pessoas foram mortas, sendo seis alunos e duas funcionárias. Os dois atiradores se suicidaram. O crime aconteceu durante o intervalo entre aulas na escola.

 

Segundo o Governo de São Paulo, são 23 feridos, divididos entre seis unidades de saúde. Com os assassinos, foram encontrados arco e fecha, garrafas de coquetel molotov – arma química incendiária – e machadinhas. Os atiradores deixaram um “artefato suspeito” no local.

 

Por: Vida Diária / Veja

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia