:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Diante de uma multidão de fiéis vindos de diversos pontos do país, Dom Jailton de Oliveira Lino, 52 anos, foi ordenado bispo na manhã deste sábado. A Serra Gaúcha assistiu à chegada de mais um de seus bispos em cerimônia celebrada no Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha. Dom Jailton faz parte da Congregação Pobres Servos da Divina Providência e atuará na cidade de Teixeira de Freitas, na Bahia, retornando ao Estado em que nasceu.

Ainda que a celebração iniciasse às 10h, a movimentação no Santuário iniciou logo cedo. A chegada de centenas de religiosos, outras centenas de moradores de Teixeira de Freitas e de pelo menos 18 bispos de todo país revelou a importância desta ordenação para a igreja católica. As irmãs da congregação foram responsáveis pela acolhida do povo. A manhã especial teve a primeira aparição de Dom Jailton, já paramentado como bispo, por volta das 9h. A simplicidade do religioso é uma das marcas do seu trabalho, que foi ordenado sacerdote em 1988, no município baiano de Feira de Santana (BA). Desta vez, quis tornar-se bispo no Santuário de Caravaggio por ter sido cenário de bons momentos de atuação profissional e pessoal.

Os bispos responsáveis pela ordenação foram Dom Itamar Vian, arcebispo emérito da Arquidiocese de Feira de Santana, Dom Jaime Pedro Kohl, bispo de Osório e Dom Alessandro Ruffinoni, bispo de Caxias do Sul. A celebração teve também a presença do bispo emérito da diocese de Caxias, Dom Paulo Moretto. O rito de ordenação episcopal iniciou com a apresentação de Jailton e a leitura do mandato apostólico, escrito pelo Papa Francisco. Após, Dom Jailton reafirmou seus propósitos diante de uma interrogação, em que ficou deitado de bruços e assim permaneceu por mais de 20 minutos. Todos os presentes ajoelharam-se e pediram proteção ao novo bispo.

Os bispos impuseram as mãos sobre Dom Jailton: o gesto simboliza a comunicação do dom do Espírito Santo para a santificação interior do eleito. A prece central da ordenação ocorreu quando o livro dos Santos Evangelhos foi posto sobre a cabeça do novo bispo. Desta forma, é chamado a ser profeta, pregador, mestre e doutor da Palavra de Deus. Também foi ungido com o óleo do Crisma, recebendo a missão de guiar e santificar a igreja. Após, Jailton recebeu o Evangelho, um anel e um bastão, chamado de báculo de prata. Esse bastão simboliza o cuidado com o rebanho, que neste caso são os fiéis.

A cerimônia teve duração de quase três horas e foi transmitida para rádios de todo país. O encerramento da celebração foi tão simbólico quanto o resto da manhã: Dom Jailton, emocionado e conduzido por Dom Itamar e Dom Jaime, passou pelo Santuário abençoando os fiéis. Certamente, a Serra Gaúcha não esquecerá tão cedo deste momento tão importante.

Depois da ordenação, Dom Jailton Oliveira de Lino tira um período de férias para descanso. Sua viagem para Teixeira de Freitas (BA) está marcada para o dia 1º de fevereiro. No dia 9 de fevereiro ele toma posse na cidade baiana, às 19h, na Catedral São Pedro.

Por: Vida Diária/Diocese de Teixeira de Freitas

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

CNA
carnesSP

RELIGIÃO Voz para todas as crenças

Exata
Lekao
GIL Academia

POPULARES Mais acessadas na semana