:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas, 03 de novembro: A redação do Vida Diária vem recebendo vários tipos de mensagens a respeito da ’polêmica’ envolvendo negociações da área, a qual está localizada no Centro de Teixeira, que pertence à Diocese. Chegamos a participar de uma reunião na última segunda-feira (28/10), onde coordenadores de movimentos e fiéis solicitaram para que o Bispo pudesse explicar o que estaria acontecendo de fato.

“Estávamos perdidos, muitos murmúrios, por isso solicitamos a reunião com o nosso Bispo, para assim tentar de alguma forma não deixar o nome de nossa igreja ir para a lama, já que toda hora chegava uma conversa diferente. Eu tenho lembranças maravilhosas da Igrejinha, não queria mesmo que ela fosse destruída, mas como disse o Bispo, não vivemos de lembranças, então vamos acatar e apoiar suas decisões”, nos contou um fiel.

Então, a equipe do Vida Diária esteve presente na Cúria da Diocese Teixeira de Freitas/Caravelas para conversar com o Bispo Dom Jailton de Oliveira Lino, com o intuito de esclarecer de uma vez a polêmica que tem dividido os fiéis nos últimos dias, que envolve a Igrejinha Subterrânea, antiga Paróquia São Francisco de Assis.

 

Por inúmeros motivos, alguns fiéis disseram não concordar com a negociação (permuta) envolvendo a Diocese de Teixeira de Freitas/Caravelas e uma empresa, da cidade, trocando a Igrejinha por uma casa no Bairro Monte Castelo. Com isso, a Diocese adquiriria a área nobre para a residência episcopal (lugar em que o bispo recebe visitas, reunião com os padres e entre outras importantes atividades).

“Levamos as propostas para os conselhos, os quais concordaram com tais processos. A Igrejinha estava servindo como depósito, não há serventia e nem é considerado patrimônio histórico local. E se fossêmos reformar, gastaríamos um dinheiro que não temos. Quanto ao valor do local, fiz um levantamento com 04 imobiliárias, sendo uma fora da cidade, comprovando toda a idoneidade do processo. Para tudo, tivemos assessoria jurídica e foi feito como manda a lei canônica. Enfim, o nosso foco deve ser sempre Jesus Cristo, as coisas devem servir apenas como instrumento de evangelização”, disse ele.

Segundo o Bispo, há muitos imóveis da diocese que não têm condições de utilidade, pois são bem antigos e gera muitos gastos. Os recursos obtidos, através de negociações como estas, também seriam utilizados para a finalização da Catedral São Pedro e a reestruturação do Centro de Formação Diocesano, pois precisa de uma reforma muito grande, com quartos, cozinha e banheiros adequados, com auditórios e muitos outros. Além disso, a Diocese precisa construir e reestruturar o Seminário Propedêutico.

 

Hoje, a Cúria está passando por mudanças, uma grande reforma, e entre a permuta da área da Igrejinha, a empresa vai terminar a obras da Cúria e, ainda, modificar alguns cômodos da nova casa, a qual a população está chamando de mansão. Porém, o Bispo explicou que precisava de um ambiente mais estruturado para funcionar de forma correta a residência episcopal.

“Tudo que está sendo feito é em prol da Diocese. Sou religioso e não posso ter nada em meu nome, estou aqui para servir, à disposição sempre, de portas abertas para receber todos”, finalizou.

 

Por: Vida Diária / Robson Dias e Mirian Ferreira

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

POPULARES Mais acessadas na semana