:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela IDF (International Diabetes Federation) em conjunto com a OMS (Organização Mundial da Saúde), em resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnósticos no mundo. A data tornou-se oficial pela ONU (Organização das Nações Unidas) a partir de 2007. O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina em 1921.

Dentre os objetivos da campanha mundial estão: Incentivar os governos a implementar e fortalecer políticas para a prevenção e controle do diabetes e suas complicações, aumentar a conscientização dos sinais de alerta do diabetes e promover ações para incentivar o diagnóstico precoce, e promover ações para reduzir os principais fatores de risco para o diabetes.

Sinais e Sintomas

O desencadeamento de diabetes tipo 1 é geralmente repentino e dramático e pode incluir sintomas como: Sede excessiva, rápida perda de peso, fome exagerada, cansaço inexplicável, muita vontade de urinar, má cicatrização, visão embaçada, falta de interesse e de concentração, vômitos e dores estomacais, frequentemente diagnosticados como gripe. Os mesmos sintomas podem também ocorrer em pessoas com diabetes tipo 2, mas geralmente são menos evidentes. 

Prevenção

A prevenção do diabetes, para quem tem um ou vários destes fatores de risco, mas não tem ainda o diagnóstico da doença, passa por adotar um estilo de vida mais saudável e consultar o médico, fazendo exames regulares de diagnóstico.

Diagnóstico

Existem 4 exames diferentes que podem confirmar o diabetes: teste de glicemia capilar (teste da picada no dedo), glicose em jejum, teste de tolerância à glicose e o teste da hemoglobina glicada, através de amostra de sangue. Em geral, o médico pede esses exames quando o paciente tem alguém na família com essa doença ou quando apresenta sintomas característicos dela, como sede constante, vontade frequente de urinar ou perda de peso sem razão aparente, por exemplo.

Diabetes tipo 1

Em algumas pessoas, o sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta. Logo, pouca ou nenhuma insulina é liberada para o corpo. Como resultado, a glicose fica no sangue, em vez de ser usada como energia. O Tipo 1 aparece geralmente na infância ou adolescência, mas pode ser diagnosticado em adultos também. Essa variedade é sempre tratada com insulina, medicamentos, planejamento alimentar e atividades físicas, para ajudar a controlar o nível de glicose no sangue.

Diabetes tipo 2

O Tipo 2 aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz; ou não produz insulina suficiente para controla a taxa de glicemia. Cerca de 90% das pessoas com diabetes têm o Tipo 2. Ele se manifesta mais frequentemente em adultos, mas crianças também podem apresentar. Dependendo da gravidade, ele pode ser controlado com atividade física e planejamento alimentar. Em outros casos, exige o uso de insulina e/ou outros medicamentos para controlar a glicose.

Diabetes Gestacional

O diabetes gestacional é um problema que surge durante a gravidez. A mulher fica com uma quantidade maior que o normal de açúcar no sangue. É uma condição que quase sempre se normaliza sozinha depois que o bebê nasce. A diabete aparece quando o corpo não consegue fabricar a insulina em quantidade suficiente.

Complicações do Diabetes

Os efeitos danosos de longo prazo do diabetes são conhecidos como complicações do diabetes, que podem ser problemas nos olhos, rins, nervos, coração, estômago e pele. Muitas pessoas com diabetes têm a doença arterial periférica, que reduz o fluxo de sangue para os pés. Além disso, pode haver redução de sensibilidade devido aos danos que a falta de controle da glicose causa aos nervos. Essas duas condições fazem com que seja mais fácil sofrer com úlceras e infecções, que podem levar à amputação.

Por Vida Diária: Andressa Lima/Sociedade Brasileira de Diabetes.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia