:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), iniciou ação de conscientização para que a população se dirija aos postos de coleta e realize a doação de sangue antes de tomar a vacina contra a febre amarela. Após ser imunizado contra a doença, o voluntário fica impossibilitado de doar sangue por quatro semanas. Na Bahia, a campanha de proteção contra o vírus começa no dia 19 de fevereiro.

A diretora de hemoterapia da Hemoba, Iraildes Santana, explica que este período de interrupção no ciclo de doação é uma medida de segurança. “As pessoas que são vacinadas contra a febre amarela devem permanecer afastadas da doação por 30 dias, a partir da data que tomou a vacina. Por isso, fazemos esse alerta à população para que antes de vacinar compareça ao serviço de doação de sangue A interrupção na doação é para evitar qualquer risco que possa ocorrer de transmissão da infecção por via transfusional”.

Além da restrição para quem irá tomar a vacina contra a febre amarela, a Hemoba costuma registrar uma baixa no estoque de bolsas de sangue neste período do ano, por conta da proximidade do Carnaval e de outros festejos populares. Somente o Hemocentro Central, que fica em Salvador, tem a necessidade diária de captação de 250 bolsas de sangue para que o estoque alcance um número satisfatório para atender à demanda da população. Entretanto, a fundação está captando apenas cerca de 150 bolsas diariamente.

“Nesse período de festas populares, a gente experimenta uma redução do número de doações. É uma redução natural porque as pessoas estão em férias, viajando e, por isso, fazemos esse alerta para a restrição do número de doadores. Antes das festas e da vacinação, compareça aos postos da Hemoba e faça a sua doação”, destaca Iraildes. 

Doação regular

O fisioterapeuta Fernando Rodrigues é doador regular e aprendeu com o pai sobre a importância da doação. Ele começou a doar aos 18 anos e comparece ao Hemoba a cada dois meses para fazer a coleta. "Agora, com 36 anos, continuo doando sangue e plaquetas regularmente. Esse é um ato que leva apenas alguns minutos do nosso dia e, com certeza, vai ajudar um número grande de pessoas”.

O diretor de coleta da Hemoba, Marcelo Matos, lembra que qualquer pessoa entre 16 e 69 anos pode comparecer aos postos de coleta e realizar a doação. Ele ainda explica que o procedimento é bastante simples. “O voluntário chegará ao hemocentro e levará em média 40 minutos, incluindo a triagem e o ato de doação em si e alguns minutos de repouso. Pedimos à população que venha participar com a gente dessa missão que é salvar vidas. Vamos doar sangue antes de cair na folia”.

Além de Salvador, mais 21 municípios da Bahia estão aptos a receber a doação de sangue. A lista completa com os pontos e horários de coleta pode ser consultada no site da Fundação Hemoba.

Por: Vida Diária/Secom. 

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

POPULARES Mais acessadas na semana