:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas, 31 de julho: No último sábado (28) e domingo (29), a ONG Paspas esteve à frente da implantação da Horta Urbana, a qual está localizada no Residencial Antônio Costa Filho. Essa iniciativa faz parte do projeto MUTS (Moradia Urbana com Tecnologia Social), da Fundação Banco do Brasil (FBB). Juntamente a ONG Paspas, o Instituto Polis também esteve realizando o processo de implantação da horta, sendo que eles são detentores da Certificação da Tecnologia Social.

 

Sabendo que o projeto “Minha Casa, Minha Vida” (MCMV) é um programa do governo federal que tem por objetivo apoiar estados e municípios no desenvolvimento de ações integradas e articuladas que facilitem o acesso à moradia digna em áreas urbanas e rurais (conforme diferentes modalidades do Programa), o Banco do Brasil e a FBB tiveram o desejo de complementar e potencializar os efeitos do Trabalho Social do MCMV, no âmbito do Programa Nacional de Habitação Urbana (PNHU), e criaram o Projeto MUTS.

 

O seu objetivo é a reaplicação de tecnologias sociais, que tem o intuito de complementar o trabalho social, já previsto pelo MCMV, e funcionando como instrumento de promoção do desenvolvimento social nos empreendimentos habitacionais do PNHU, promovidos pelo Banco do Brasil.

 

Além de proporcionar autonomia às famílias interessadas e geração de trabalho e renda, o projeto também introduz os seguintes benefícios: produção de alimentos para o próprio consumo, desenvolvimento de habilidades culinárias, resgate de hábitos e práticas alimentares tradicionais, estratégia positiva para a promoção da educação alimentar e nutricional, promoção de ambientes saudáveis e integração comunitária.

 

A criação dessa horta comunitária foi motivada devido a alguns resultados sobre a saúde da população brasileira, por exemplo, mudanças nos hábitos alimentares colaboram para o crescimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT). No Brasil, essas doenças são responsáveis por mais de 70% do total de mortes nos últimos anos. Com isso, é preciso que o brasileiro diminua o consumo por alimentos processados (industriais), de alta densidade energética, ricos em açúcar, gorduras, sódio e amido, além de serem de baixa densidade nutricional e pobre em fibras, e substitua por uma alimentação mais tradicional, com produtos naturais e ricos em vitaminas, ferro, prote&iac ute;nas e muito mais.

 

No mais, a ONG Paspas agradece aos que participaram ativamente das atividades realizadas desde o início desse projeto, e sabe que o desafio da continuidade do sucesso da horta dependerá da comunidade se envolver firmemente nas ações, para que todo esse trabalho não seja em vão. Por fim, a entidade também parabeniza à Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas, por ceder a área para que os moradores possam produzir suas hortaliças.

 

Portanto, a ONG Paspas está de parabéns por incrementar ações como essa dentro de uma comunidade teixeirense. Tomara que outros projetos também alcancem as demais regiões da cidade.

 

Por: Vida Diária/Robson Dias e Ascom

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia