:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

O Ecofuturo e a Suzano anunciam a realização do programa “Tecendo Saberes Ambientais” em Prado (BA). Um acordo de cooperação foi assinado com a Prefeitura do município, que apoiará o projeto de Educação Ambiental. A iniciativa é destinada aos professores e alunos da rede pública de ensino e tem como objetivo estimular a reflexão sobre a importância das estratégias para a conservação, recuperação e melhoria do meio ambiente.

Após as fases iniciais do programa, que envolvem articulação com o poder público, diagnóstico participativo e mobilização da comunidade escolar, serão iniciados os encontros de formação, coordenados pelo Ecofuturo. O objetivo dessa etapa, que reunirá cerca de 120 educadores, é incentivá-los a criar contextos de aprendizagem que contemplem os elementos da natureza, estimulando o desenvolvimento de projetos educacionais de forma interdisciplinar, que contribuam para a conscientização sobre a importância do cuidado com o meio ambiente e o potencial educador da natureza.

 

Os encontros ocorrerão em diferentes locais do município, com formações em cinco módulos, que incluem palestras com conteúdo técnico e conceitos sobre Educação Ambiental e o desenvolvimento de projetos socioambientais, entre outras atividades. Ao final, as ações implementadas com os alunos serão reunidas em um dossiê e apresentadas durante um evento no fim do ano letivo.

“O programa permitirá que os educadores desenvolvam novas formas de trabalhar questões ambientais dentro e fora da sala de aula e que possam adaptar esse tema ao contexto do município, com o intuito de aproximá-lo à realidade dos alunos. Criar espaços de diálogo sobre conservação e sustentabilidade na comunidade escolar é fundamental para que os estudantes se tornem mais conscientes sobre a necessidade do cuidado com a natureza e a biodiversidade, e do estreitamento dos vínculos com ambientes naturais”, afirma Paulo Groke, diretor de Sustentabilidade do Ecofuturo.

 

Sobre o Instituto Ecofuturo

O Instituto Ecofuturo contribui para transformar a sociedade por meio da conservação ambiental e promoção de leitura, integrando livros, pessoas e natureza. Entre as principais iniciativas estão o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo, com a implantação de mais de 100 bibliotecas no País, e a gestão do Parque das Neblinas, onde são desenvolvidas atividades de educação ambiental, pesquisa científica, ecoturismo, manejo e restauração florestal, e participação comunitária. Organização sem fins lucrativos, fundada em 1999 e mantida pela Suzano, o Instituto atua como articulador entre sociedade civil, poder público e o setor privado. Conheça mais sobre o Ecofuturo em www.ecofuturo.org.br, e acompanhe em www.facebook.com/InstitutoEcofuturo

.

 

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos renováveis. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint venture Veracel, possui capacidade instalada de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem aproximadamente 37 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

 

Por: Vida Diária / Ascom

Ecofuturo e Suzano anunciam a realização de programa de Educação Ambiental em Prado

O Ecofuturo e a Suzano anunciam a realização do programa “Tecendo Saberes Ambientais” em Prado (BA). Um acordo de cooperação foi assinado com a Prefeitura do município, que apoiará o projeto de Educação Ambiental. A iniciativa é destinada aos professores e alunos da rede pública de ensino e tem como objetivo estimular a reflexão sobre a importância das estratégias para a conservação, recuperação e melhoria do meio ambiente.

Após as fases iniciais do programa, que envolvem articulação com o poder público, diagnóstico participativo e mobilização da comunidade escolar, serão iniciados os encontros de formação, coordenados pelo Ecofuturo. O objetivo dessa etapa, que reunirá cerca de 120 educadores, é incentivá-los a criar contextos de aprendizagem que contemplem os elementos da natureza, estimulando o desenvolvimento de projetos educacionais de forma interdisciplinar, que contribuam para a conscientização sobre a importância do cuidado com o meio ambiente e o potencial educador da natureza.

 

Os encontros ocorrerão em diferentes locais do município, com formações em cinco módulos, que incluem palestras com conteúdo técnico e conceitos sobre Educação Ambiental e o desenvolvimento de projetos socioambientais, entre outras atividades. Ao final, as ações implementadas com os alunos serão reunidas em um dossiê e apresentadas durante um evento no fim do ano letivo.

“O programa permitirá que os educadores desenvolvam novas formas de trabalhar questões ambientais dentro e fora da sala de aula e que possam adaptar esse tema ao contexto do município, com o intuito de aproximá-lo à realidade dos alunos. Criar espaços de diálogo sobre conservação e sustentabilidade na comunidade escolar é fundamental para que os estudantes se tornem mais conscientes sobre a necessidade do cuidado com a natureza e a biodiversidade, e do estreitamento dos vínculos com ambientes naturais”, afirma Paulo Groke, diretor de Sustentabilidade do Ecofuturo.

 

Sobre o Instituto Ecofuturo

O Instituto Ecofuturo contribui para transformar a sociedade por meio da conservação ambiental e promoção de leitura, integrando livros, pessoas e natureza. Entre as principais iniciativas estão o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo, com a implantação de mais de 100 bibliotecas no País, e a gestão do Parque das Neblinas, onde são desenvolvidas atividades de educação ambiental, pesquisa científica, ecoturismo, manejo e restauração florestal, e participação comunitária. Organização sem fins lucrativos, fundada em 1999 e mantida pela Suzano, o Instituto atua como articulador entre sociedade civil, poder público e o setor privado. Conheça mais sobre o Ecofuturo em www.ecofuturo.org.br, e acompanhe em www.facebook.com/InstitutoEcofuturo

.

 

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos renováveis. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint venture Veracel, possui capacidade instalada de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem aproximadamente 37 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

 

Por: Vida Diária / Ascom

 

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia