:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas, 22 de março: Na última sexta-feira (20), o Sincomércio, em comum acordo com empresários lojistas, decretou o fechamento do comércio teixeirense por 10 dias (de 21 a 31 de março). Entretanto, inúmeras discussões foram levantadas nas redes sociais, pois o decreto explicita que os trabalhadores não receberão por esses dias, então como vai ficar a situação? Já que todos têm família e contas para pagar, 10 dias descontados do salário seria um grande prejuízo para os mesmos. Porém, o mesmo decreto informa que o município vai ajudar as famílias carentes, assim como o Estado.

Neste sábado (21), o Vereador Jonathan Molar foi o único político a se posicionar perante a isso, através de um vídeo veiculado nas redes sociais. Ele até estipula uma forma que o município pode ajudar nesta causa, confira abaixo o que o vereador disse:

 

“Estava observando aqui, uma convenção assinada entre o Sindicato dos Trabalhadores e o sindicato patronal aqui em Teixeira de Freitas, os nossos trabalhadores e comerciantes ficarão 10 dias sem receber as suas remunerações, pois as lojas estarão fechadas. A prefeitura municipal pode ajudar nesse processo, por exemplo, a prefeitura de São Paulo entrou em acordo com as empresas de água e energia para que não cobrem desses trabalhadores ou reduzem a tarifa, e aqui também isso pode acontecer isso, o município pode negociar junto à Coelba e Embasa. Além disso, a prefeitura pode contribuir com cestas básicas, pois em tempo de Coronavírus, é importante que a prefeitura interfira. Cada vereador da cidade tem em torno de 400 mil reais cada de emendas impositivas acumuladas nos dois últimos anos (2018 e 2019). Deixo aqui em público os meus 400 mil reais em ajuda aos trabalhadores. Peço que a prefeitura mude aonde eu tinha alocado esses 400 mil reais e passe para essa situação de urgência e de emergência dos trabalhadores.

Estamos juntos com os trabalhadores!”, concluiu Jonathan.

 

Ou seja, ele sugeriu que o prefeito usasse esse dinheiro para as situações de urgências, como cestas básicas para os trabalhadores que não vão trabalhar nesse período e que, provavelmente, não vão receber pelos dias parados.

A redação do Vida Diária já entrou em contato com a assessoria do município, a qual disse que o decreto já ampara as famílias carentes, “o nosso decreto já prevê que as famílias carentes vão receber cestas básicas, sobretudo aquelas com crianças que estão sem estudar”.

 

Ainda que o decreto já faça essa previsão, as emendas podem aumentar os recursos disponíveis para ajudar àqueles teixeirenses que serão impactados pelo coronavírus , trata-se de uma somatória de esforços.

Nossa redação também entrou em contato com a assessoria do estado, e até o fechamento dessa reportagem não deram retorno de como ficará essa situação.

Em tempo de Coronavírus, o seu lar é o melhor refúgio!

 

Por: Vida Diária / Robson Dias

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia