:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Lajedão, 18 de julho: Nesta quarta-feira (17), a Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia de Homicídios de Teófilo Otoni, prendeu homem suspeito de ter matado uma mulher no bairro Itaguaçu, na cidade de Teófilo Otoni, fato esse ocorrido no mês de abril deste ano. O suspeito foi localizado na cidade de Lajedão-BA, com isso, a polícia local foi informada de que o assassino, de 38 anos, estaria residindo na casa da avó, local onde o mesmo foi preso.

De acordo com a delegada, Dra. Hérika Ribeiro Sena, explica que a Polícia Civil de Teófilo Otoni começou os levantamentos, com apoio das polícias Civil e Militar de Lajedão, especialmente a delegada regional de Teixeira de Freitas, a qual disponibilizou a equipe da PC pra ir até a cidade de Lajedão e ficar o dia inteiro para tentar localizar o suspeito. “Ontem (terça-feira) durante o dia e a noite toda, as equipes ficaram em campo procurando por esse indivíduo, e, hoje pela manhã, conseguiram localizá-lo, escondido na casa da avó, que é uma região rural daquela cidade de Lajedão”, revelou a delegada.

O assassinato da vítima, identificado por Maria Edina, teve uma enorme repercussão e comoção na cidade de Teófilo Otoni, pois, ela foi morta de forma tão violenta. “Ela foi morta de maneira violenta e teve seu corpo abandonado em uma fazenda na região do Bairro Itaguaçu”. Segundo Dra. Hérika, a partir disso, vários levantamentos foram feitos, um outro suspeito chegou a ser preso temporariamente, tratando-se de um antigo sobrinho desse atual investigado, e só a partir de então que a Polícia Civil chegou ao apontado como o verdadeiro autor do crime.

“Acreditamos, até mesmo pelas informações preliminares que ele repassou à Polícia Militar, que seja ele efetivamente o autor desse grave crime”. Segundo a delegada, o suspeito não confessa autoria do crime. “Ele relata que estava embriagado, que fez uso de bebida alcoólica e não pode fazer, e que inicialmente teria sido agredido pelo antigo namorado da Maria Edina. Que naquele momento, teriam saído os três juntos e que depois não se lembra de mais nada. São alegações vazias, contraditórias. Porém, ele afirma que nas imagens capturadas, é ele juntamente com a Maria Edina”, disse a delegada.

A delegada destaca que nas imagens dá pra ver perfeitamente que os dois estão tranquilos, a Maria Edina foi por livre e espontânea vontade, acredita que os dois tiveram um relacionamento naquela noite, e, por algum desentendimento que ainda precisa ser apurado, houve alguma situação que desencadeou na morte dela. O triste fato está sendo apurado por duas linhas de investigação:  ou homicídio (matou  vítima depois de ter relações sexuais com ela) ou por latrocínio (naquele dia ele levou o celular da vítima).

O suspeito será transferido do presídio de Teixeira de Freitas para o de Teófilo Otoni, onde serão finalizadas as investigações.

 

Por: Vida Diária / Robson Dias e ASCOM

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia