:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas, 31 de maio: Sem acordo com a prefeitura, ainda continua a paralisação dos professores da rede municipal de Teixeira de Freitas, os quais estão chegando até dormir na Câmara de Vereadores da cidade. Segundo o prefeito, o reajuste que os educadores pedem não tem fundamento, já que a prefeitura está sem dinheiro e o piso municipal da educação é maior do que o piso nacional.

 

De acordo com coordenadora da APLB, Professora Brasília Marques, “o que está acontecendo é que nós, da educação, estamos desde o ano passado tendo uma extensa pauta de 28 itens, incluindo segurança no trabalho, merenda escolar, estrutura física das escolas e reajuste do piso nacional, que no ano passado foi 6,81 e só foi pago 3,4, ficou então faltando 3,41, sem contar o reajuste deste ano”.

 

Para a coordenadora da APLB, o prefeito quer “colocar na conta dos professores” a crise pela qual a cidade está passando. “Não aceitamos pagar a conta sozinhos pela crise, são mais de 24 mil alunos e cerca de 1.300 professores, além de diversos outros funcionários da educação. É preciso ter a ideia de que, se você está em crise, tem que encontrar uma maneira de equilibrar as contas públicas, realocando para todos, e não somente nas costas dos servidores da educação. Compreendemos a crise, mas não podemos sofrer sozinhos as consequências, pois uma mãe nunca deixa o seu filho passar fome”, relatou a educadora.

Sobre quando será o fim das paralisações, Brasília disse que só o prefeito pode dar essa resposta, “como não houve nenhuma proposta, continuaremos com a paralisação, trata-se de uma situação que não queríamos, mas, infelizmente, o prefeito não quer dialogar conosco. E, nós estamos aqui trabalhando, porque isso é uma aula de como você pode lutar pelos seus direitos”, concluiu ela.

A equipe do Vida Diária continuará acompanhado o movimento.

 

Por: Vida Diária / Robson Dias

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia