:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Quase 7 mil pessoas, incluindo 6 mil passageiros, estão bloqueadas em um navio cruzeiro no porto italiano de Civitavecchia, perto de Roma, por casos suspeitos de coronavírus a bordo, anunciaram as autoridades de saúde locais.

— O ministério da Saúde nos alertou sobre possíveis casos e enviou três médicos a bordo para realizar os exames prévios — informou à AFP uma porta-voz do centro de saúde de Civitavecchia.

A empresa italiana Costa Cruzeiros, responsável pela viagem, confirmou que 6 mil passageiros estão a bordo e as demais pessoas são integrantes da tripulação.

A empresa de cruzeiros explicou que "ativou o protocolo para um caso suspeito relacionado a um hóspede de Macau atualmente a bordo do Costa Smeralda", segundo o comunicado da Costa Cruzeiros.

"A mulher, de 54 anos, foi colocada em um quarto isolado da enfermaria a bordo, juntamente com seu companheiro de viagem", informou.

A mulher, que viaja com o marido, é proveniente de Hong Kong e chegou na Itália via Milão, em 25 de janeiro. O casal está em isolamento no hospital de bordo do navio e é acompanhado por médicos do Instituto Lazzaro Spallanzani, especializado em doenças contagiosas.

Os especialistas fazem exames para descobrir se os chineses contraíram o novo coronavírus (2019-nCoV), que já contaminou cerca de 7,8 mil pessoas e matou pelo menos 170, a maioria delas na província de Hubei, epicentro da epidemia.

As outras 7 mil pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes, foram impedidas de descer do transatlântico por enquanto. O roteiro do navio já incluiu Marselha, na França, Barcelona e Palma de Mallorca, na Espanha, e Savona, na Itália.

— Estamos aguardando para conhecer o resultado das verificações ainda em curso, mas tudo que precisava ser feito foi feito. A situação está sob controle, e não há motivos para preocupações a bordo — disse o comandante da Guarda Costeira na região do Lazio, Vincenzo Leone.

O casal voou para Milão de Hong Kong em 25 de janeiro, antes de embarcar no cruzeiro, informou a mídia italiana.

— É claro que estamos um pouco preocupados. Ninguém entra no barco, exceto os médicos. Essas férias correm o risco de acabar sendo um pesadelo — disse um dos passageiros.

A China informou nesta quinta-feira o pior número de mortos em um dia, 38, devido ao novo coronavírus, enquanto a preocupação global cresce com o aumento do contágio.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), que instou o "mundo inteiro a agir", se reunirá nesta quinta-feira para determinar se a epidemia constitui uma emergência internacional de saúde.

 

Por: Vida Diária / OGlobo

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia

POPULARES Mais acessadas na semana