:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas: Segundo uma pesquisa realizada pelo Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (Erica), quase um em cada três adolescentes brasileiros sofre de transtornos mentais comuns (TMC), caracterizados por tristeza frequente, dificuldade para se concentrar ou para dormir, falta de disposição para tarefas do dia a dia, entre outros sintomas, sendo que se não tratado, um problema desse tipo pode evoluir para distúrbios mais sérios. É uma quantia preocupante, e as Escolas Culturas de Teixeira de Freitas, mediante isso, propôs um evento com a Rede de Proteção Social e organizações públicas voltadas para o tema “Saúde Mental como Direitos da Juventude”, no CETEP-ES.

 

 As Escolas Culturais deu voz aos artistas locais conhecidos pelo público para trazerem por meio das artes literárias, visuais e da Música, a sua visão para as instituições. Também foi proposto um debate sobre as temáticas relacionadas a rede de proteção social, roda de conversa, levantamento de tópicos, discussão de propostas entre os entes participantes, com participação do público.

 

O evento contou com a artista local Alice Almeida, de Teixeira de Freitas e estudante na Universidade do Sul da Bahia, que atua na área de artes visuais como pintura e exposição, com a exposição “Peito Abeto”, e com o grupo musical Camerata do ICED.

 

O evento teve e tem como objetivo, fortalecer a integração da rede socioassistencial com as escolas públicas de modo a favorecer e interlocução dos atores que compõem essa rede, debatendo o tema, “Saúde Mental como Direitos da Juventude”. Foram momentos com diálogos produtivos, informações relevantes, resultando em um Termo de Compromisso se comprometendo em promover a integração de objetivos e de ações de trabalho em suas especialidades temáticas de modo a contribuir com o fortalecimento e consolidação da Rede em nosso Território de Identidade.

 

A presença das instituições da Rede de Proteção Social se deu por meio do CRAS São Lourenço, CRAS Castelinho, CRAS Liberdade, Abrigo Institucional Lar Sagrada Família, CREAS, MSE, Adolescer Legal, CREAS Medidas Socioeducativas, Corpo de Bombeiros, Centro POP, , Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), com presença de organizações da sociedade civil-OSC ICED e OrFs, membros das instituições de ensino superior UFSB e UNEB, além de alunos e equipe do Centro Técnico de Educação Profissional do Extremo Sul (CETEP-ES).

 

O Projeto Escolas Culturais foi implantado em 85 municípios da Bahia. Trata-se de uma ação do Governo do Estado da Bahia desenvolvida por meio da iniciativa interinstitucional firmada entre as Secretarias da Educação (SEC), Secretaria de Cultura (SECULT) e Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) executada pelo Instituto de Ação Social pela Música - IASPM.

 

 

Por: Vida Diária / ASCOM

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia