:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Brasileiros foram às urnas neste domingo para eleger 513 deputados federais, 1.059 deputados estaduais, 54 senadores, 27 governadores e um presidente da República nas eleições de 2018. Na disputa pela Presidência, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) se enfrentarão no segundo turno.

Em seu pronunciamento após o resultado, o candidato do PSL questionou a segurança das urnas: “Se tivéssemos confiança no voto eletrônico, já teríamos o voto do futuro presidente da República decidido no dia de hoje”, disse, em vídeo publicado em suas redes sociais.

Já Haddad, em seu comitê em um hotel em São Paulo, reconheceu que o cenário daqui para frente é desafiador. “Os resultados são bastante expressivos e me fazem atentar para os riscos que a democracia corre”, disse.

Bolsonaro obteve 46% dos votos, enquanto Haddad obteve 29%.

 

Bolsonaro ganha em 16 Estados e no DF; Nordeste garante 2º turno:

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, foi o mais votado em 16 estados e no Distrito Federal. O capitão reformado do Exército ficou atrás de Fernando Haddad (PT) nos oito Estados do Nordeste e no Pará. Ciro Gomes (PDT) liderou a disputa no Ceará, seu berço político.

Bolsonaro e Haddad disputam a Presidência pela primeira vez e foram os mais votados entre os 13 postulantes ao Palácio do Planalto. O resultado do primeiro turno quebrou a polarização entre PT e PSDB na eleição presidencial. Nas últimas seis eleições, houve duas vitórias do PSDB (1994 e 1998) e quatro do PT (2002, 2006, 2010 e 2014).

O Nordeste, que garantiu a vitória a Dilma Rousseff (PT) em 2014, também assegurou a ocorrência de segundo turno neste ano.

O estado em que Bolsonaro teve vitória mais acachapante foi Santa Catarina, onde ficou com 65%, contra 15% de Haddad. O petista, por sua vez, dominou com maior diferença no Piauí, com 62% dos votos válidos ante 19% do candidato do PSL. No Ceará, Ciro obteve 41% e venceu Haddad, que pontuou 32%.

Minas Gerais, estado conhecido politicamente por ser representativo do Brasil – com um Norte pobre e um Sul rico -, espelhou quase que de modo idêntico a disputa em âmbito nacional. Lá, Bolsonaro obteve 48% e Haddad, 27%.

 

Por: Vida Diária / Veja

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia