:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Outro dia me dei conta que a maior parte do meu estresse diário, principalmente no trabalho, meu cansaço, dores nos ombros e pescoço, além da falta de energia e foco para fazer as coisas, vem de um pensamento tirânico e ilusório constante - o eu “tenho que”. Eu tenho que trabalhar, eu tenho que ganhar dinheiro, eu tenho que estar bem, eu tenho que produzir bastante, eu tenho que resolver isso, eu tenho que ter autocontrole, eu tenho que evoluir e ser uma pessoa melhor, eu tenho que estudar, eu tenho isso ou eu tenho aquilo. Nossa, que horror! A semana acaba e eu não realizei metade das coisas que eu queria e sempre com aquela sensação de algo inacabado, incompleto. O que sobram são a frustração e a sensação de não realização.

O que menos me atrapalhava eram os eventos externos a mim, mas sim, a forma como minha mente me cobrava e me punia tentando me fazer crer que eu nunca dava conta daquilo que eu achava que tinha que dar. Cheguei no meu limite de cansaço e falta de energia. Foi aí que chutei o pau da barraca e disse em voz alta: cansei, cansei, ”eu não tenho nada”, eu não tenho nada”, eu não tenho que ter sucesso, eu não tenho que ser reconhecida, eu não tenho que ser o que não sou.  O que eu seria, então?  Eu posso ser simplesmente quem eu sou, eu posso ser uma pessoa melhor, eu mereço ter paz para trabalhar, eu posso contribuir e compartilhar com as pes soas tudo que está dentro de mim, independente do dinheiro, do reconhecimento, do resultado.

A única coisa que importa é ser eu mesma, usar da minha espontaneidade, do meu jeito de ser e entrar em ação sem expectativas de resultados. Tudo que importa é o quanto eu posso doar para o universo sem esperar nada em troca e, ainda assim, me sentir de bem comigo mesma. O mais incrível deste momento que vivenciei foi o alívio e o peso que retirei das minhas costas e com isso tudo aquilo que ficava na energia negativa do “eu tem que” eu comecei a fazer e a produzir, com a diferença que não tinha culpa e a eterna interrogação - será que isso vai dar certo?

Comecei a entrar em ação de uma forma que eu não estava conseguindo antes. Isso significa que quando me desapeguei do futuro, dos resultados, a crença mudou, meu pensamento ficou mais leve, forte e otimista. Parei de me motivar pela dor e passei a me motivar pelo prazer de fazer o que gosto sem cobrança. Minha mente e meu corpo relaxaram.

O que acontece agora é que vivo um dia de cada vez. O que eu aprendi com esta experiência é que a alegria gera o sucesso e que o dinheiro é consequência de algo que é feito com amor, leveza e bem-estar. Qualquer coisa diferente disso é sofrida, ansiosa. É perda de tempo tentar focar no que você está fazendo pensando no resultado futuro. A consequência disso é que você fica no limbo de um presente mal vivido pela memória de um futuro incerto, a gente paralisa.

A minha realização está no sentimento de paz interior e de autoconfiança que a ausência de ansiedade proporciona. É muito mais leve enxergar o resultado como um presente que recebemos por tudo aquilo que fazemos incondicionalmente e com amor por si e pelo outro. E a sua realização onde está? Isso fez sentido para você?

Até a próxima!

www.criscastro.com.br

https://www.facebook.com/criscastropsi/

www.instagram.com/criscastropsi

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

COLUNAS Gente de opinião!

O poder da Meditação
O poder da Meditação
Publicado: Sábado, 17 Novembro 2018 00:14
Cave Antiga: Natureza transformada em vinhos
Cave Antiga: Natureza transformada em vinhos
Publicado: Sexta, 09 Novembro 2018 13:42
HARMONIZAÇÃO: VINHOS E ALIMENTOS
HARMONIZAÇÃO: VINHOS E ALIMENTOS
Publicado: Sexta, 02 Novembro 2018 13:15
MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia