:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Itamaraju: Índios da aldeia pataxó Pé do Monte, situada no Parque Nacional do Monte Pascoal, recepcionaram neste domingo (29) o Grupo de Apoio ao Desenvolvimento Social (GADS), durante a caminhada ecológica promovida pela entidade e que teve a participação de aproximadamente 60 pessoas oriundas de Itamaraju e Eunápolis. Sob a orientação de 11 guias indígenas comandados pelo cacique Oziel Santana (Guaru Pataxó), o grupo percorreu diversos pontos da aldeia visitados constantemente por turistas de várias partes do Brasil e até do exterior. O ponto alto da jornada foi a subida ao topo do Monte Pascoal, em que os caminhantes percorreram mais de 1,5 quilômetros.

“Foi um pouco cansativo, mas valeu à pena essa caminhada que serviu para excitar no nosso fôlego”, avaliou Norberto Leal, membro ativo da diretoria do GADS. No trajeto, os turistas se emocionaram com os “encantos da natureza” preservados na reserva como o frondoso jequitibá existente desde antes do descobrimento do Brasil, de acordo com Guaru Pataxó. “Essa árvore está aqui antes de os portugueses chegarem à nossa terra”, sugeriu o chefe indígena.

Assistência

Os excursionistas foram acompanhados por profissionais de saúde, que estiveram à disposição para auxílio no caso de imprevistos. “Graças à Deus, todos chegaram e saíram gozando de perfeita saúde, a não ser o cansaço causado pela caminhada”, assegurou o médico Ari Marinho, que presta serviço aos indígenas como clínico geral.

Na avaliação da psicóloga Silvana Oliveira, a subida ao monte causou certa ansiedade em alguns caminhantes, porém ela afirmou não haver motivo para preocupação. “É comum o fato de algumas pessoas sentirem fobia, particularmente em momentos como a subida à montanha e ao chegarem ao seu topo”, informou.

Antes do início da caminhada, o professor de Educação Física Marcone Bispo promoveu aos participantes sessões de atividades corporais, a fim de deixa-los em forma e preparados para a jornada. “O acondicionamento físico é uma forma de proteger essas pessoas e assegurar que elas estejam à vontade ao longo do percurso”, observou o monitor.

Retorno

“Foi muito excitante e proveitoso esse passeio, que é uma forma de lazer e de ao mesmo tempo conhecer as belezas da natureza”, comentou Gidevânia Freitas, abordando também a importância da preservação do meio ambiente.

Os organizadores do evento anunciaram para o meado de novembro a realização de uma nova atividade no Monte Pascoal, dando continuidade às ações do GADS na região.

 

Por: Vida Diária/Domingos Oliveira

 

 

 

 

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia