:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Os resultados do P-Fies serão divulgados nesta sexta-feira (23). A previsão inicial era de que ele saísse na última sexta (16), mas o adiamento ocorreu, segundo o Ministério da Educação, "porque as instituições financeiras pediram mais tempo para realizar a análise cadastral dos candidatos ao novo financiamento."

Os selecionados serão os primeiros a participar do P-Fies, que é a nova modalidade criada pelo Ministério da Educação (MEC) para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Nesta versão do Fies, o agente financeiro do empréstimo será um banco privado.

A classificação dos selecionados para pegar os empréstimos é feita de acordo com a nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e só será efetivada se houver a pré-aprovação do financiamento por pelo menos um agente financeiro operador de crédito. Caso o candidato não consiga essa confirmação do banco, perderá a vaga no P-Fies.

Neste processo de financiamento, o Ministério da Educação (MEC) não interfere - a responsabilidade é dos operadores de crédito que tenham relação com as instituições de ensino participantes. Por isso não foi divulgado qual o percentual de juros que será cobrado nesta modalidade de financiamento.

Lista de espera

Na modalidade P-Fies, não existe lista de espera. Também não é necessário cumprir a etapa de complementação de informações pessoais no site do programa.

O que fazer se for aprovado?

Caso o candidato seja aprovado no P-Fies, deve seguir os seguintes passos:

- Em até 5 dias úteis após o resultado, comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), que tem como função validar as informações prestadas no ato da inscrição. Cada instituição de ensino tem a sua comissão.

- Se a comissão aprovar os documentos, o estudante deve procurar um agente financeiro a partir do 3º dia útil. Ele tem até 10 dias para realizar essa etapa.

- Ao agente financeiro, o candidato deve apresentar toda a documentação exigida e, caso as condições do contrato sejam aprovadas, formalizará o financiamento.

Condições para participar

Vale lembrar que o selecionado precisa se enquadrar em uma faixa de rendimentos. A renda familiar bruta mensal, per capita, não deve ser inferior a um salário mínimo ou maior que cinco salários mínimos por pessoa do grupo familiar. Essa regra vale tanto para o Fies quanto para o P-Fies.

O MEC também esclarece que os bolsistas parciais do Prouni poderão participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa.

Por: Vida Diária/G1.

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

POPULARES Mais acessadas na semana