:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas, 06 de setembro: “Queremos policiamento nos arredores da Universidade do Estado da Bahia (UNEB)!” É através de um abaixo-assinado feito na internet que estudantes da UNEB de Teixeira de Freitas clamam por segurança na região da universidade, pois, diversos são os casos de assalto à mão armada, uma triste realidade para quem precisa estar todos os dias no campus, seja estudando ou trabalhando.

A motivação para a criação do abaixo-assinado se deu após mais um assalto nos arredores da universidade, que sofre por não ter um policiamento fixo, fazendo com que universitários todos os dias corram risco na chegada e na saída do campus, sendo que a maioria se locomove de bicicleta e a pé mesmo. Como um órgão público, a UNEB precisa de um policiamento urgente, estudantes não podem viver nessa insegurança, a qual tem que escolher entre estudar e preservar a sua própria vida.

Segunda uma estudante da universidade, bolsas e celulares são os objetos mais alvejados pelos bandidos. “Muitos são os casos de assaltos ocorridos. Durante esses cinco anos de curso, muitos de nós já fomos assaltados. É uma lástima que cidadãos estudantes de um curso superior, em uma universidade pública, tenham sido esquecidos dos órgãos competentes da cidade de Teixeira de Freitas. A segurança é um direito fundamental do cidadão de acordo com o artigo 5º da Constituição Federal, e ele está sendo negado para nós”, esse foi um dos principais desabafos da universitária.

É preciso que ações governamentais cumpram com os seus objetivos, pois, de acordo com Lei Municipal n° 516/2010, art. 1º: “promover a articulação dos programas de ação governamental na área de fiscalização e segurança pública”, como também o inciso IV do art. 2º: “propor ações integradas de fiscalização e segurança urbana, no nível municipal, e acompanhar sua implementação”.

Ainda de acordo com o abaixo-assinado, já foram feitos diversos Boletins de Ocorrência (B.O.) que não resultaram em nada. Enfim, o objetivo é que as autoridades competentes locais, a Câmara Municipal e a Prefeitura, deem atenção a esta situação.

“Chega de bicicletas, celulares e notebook roubados! Queremos segurança! Não só nossos bens estão em risco, mas a nossa vida. Seja assalto, agressão ou morte, corremos riscos. Estamos preocupados e queremos ação!”, finalizou a estudante em um discurso emocionado e preocupante ao mesmo tempo.

 

Por: Vida Diária / Robson Dias

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia

POPULARES Mais acessadas na semana