:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Nesta quarta-feira (24/01),  mais de 16 mil trabalhadores e trabalhadoras Sem Terra, sindicalistas e movimentos sociais do campo e da cidade, que compõem a Frente Brasil Popular,  deram continuidade a jornada nacional de lutas contra o golpe e em defesa da democracia.

 

As mobilizações fazem parte das diversas lutas que acontecem em todo Brasil em defesa da democracia e pelo direito do ex-presidente Lula ser candidato, com o mote “Eleição sem Lula é Fraude”, em virtude do Julgamento do ex-presidente, que esta ocorrendo nesta manhã de quarta-feira (24) em Porto Alegre, RS.

 

De acordo a Lucineia Durães, da direção Nacional do MST,  as mobilizações estão intensificando e de agora em diante não tem prazo para terminar. Explica que a classe dominante tem que entender que não é o tribunal que decidirá o futuro de Lula, quem já decidiu o futuro de Lula são os trabalhadores e trabalhadoras.

 

“O futuro de Lula é ocupar a presidência do Brasil e recolocar o país na rota do desenvolvimento social, político e econômico”, afirmou.

 As manifestações do dia de ontem se estenderam pela tarde e adentraram pela noite com as vigílias nos fóruns das principais cidades. Hoje estão acontecendo nas seguintes localidades:

 

- Trancamento da estrada do coco, que da acesso a lauro de Freitas e ao aeroporto em Salvador.

- Marcha e concentração do fórum Rui Barbosa em Itabuna.

- Marcha e concentração do fórum em Vitória da Conquista.

- Ato no comitê Pro-Lula e em Defesa da Democracia em Juazeiro.

- Ato no comitê Pro-Lula e em Defesa da Democracia em Bonfim.

- Vigília e concentração em frente ao Fórum em Teixeira de Freitas.

- Concentração e panfletagem em frente ao prédio da Justiça Federal em Eunápolis.

- Trancamento da BA 284 na chegada de Jucuruçu.

- Concentração e trancamento da BR 116 em Serrinha.

- Concentração e ato na Câmara de Vereadores de Valença.

 

Com as mobilizações os trabalhadores e trabalhadoras afirmam que o atentado a democracia e aos direitos conquistado historicamente pelo povo tornam se grandes provocações que consequentemente resultará em grandes perdas para o capital. “Ja não aceitamos mais tantas provocações, estamos dizendo basta!”.

 

Por: Vida Diária/ coletivo de Comunicação do MST na Bahia

 

Reportagem Relacionada:

BR-101: Manifestantes do MST bloqueiam rodovia entre Itamaraju, Teixeira de Freitas, Eunápolis e Itagimirim

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

POPULARES Mais acessadas na semana