:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Sabe aqueles momentos em que paramos e percebemos que estamos vivendo uma vida como se estivéssemos em um corredor sem fim, tamanha falta de sentido e dor? Quantas pessoas já estão há anos tentando se curar de seus pensamentos, de seu estado emocional, que só provoca isolamento do resto do mundo como se não houvesse espaço para se estar nele.

Você é uma pessoa em que a mente está com frequência resgatando memórias e imagens de um passado que por mais que você tenta não consegue se livrar por serem tão difíceis de lidar? Talvez você sinta como se já tivesse tentado de tudo para mudar isso, mas não sabe mais o que fazer e nem por onde ir mais.

Isso fez lembrar de mim quando eu estava em uma busca desenfreada tentando entender o que me deixava tão triste e tão infeliz. Eu era uma adolescente alegre e de sorriso largo, mas o que se passava dentro de mim, ninguém sabia. Sentia um vazio, uma solidão imensa. Comecei a fazer terapia aos 18 anos, mas neste período as consequências da depressão já tinham deixado marcas. Eu não conseguia estudar, me sentia incapaz e sem energia. Mas o pior era o que as pessoas viam em mim, uma adolescente rebelde, que não se esforçava, que não queria saber de nada. Mas não era isso.

Como alguém pode escolher ser humilhado e rejeitado pelas pessoas por não conseguir desempenhar suas tarefas mínimas escolares? Eu li muitos livros tentando achar uma resposta, fiz cursos de terapias alternativas, me formei em psicologia e hoje eu entendo que tudo que eu queria era uma resposta, uma justificativa para tudo que eu sentia e pensava sobre mim e acabava provocando em minha vida. Eu parecia atrair tudo aquilo que eu menos queria na vida.

Tudo aquilo que vibramos, reclamamos e emanamos, o universo parece nos dar mais disso ainda. Por isso, devemos procurar ajuda. Procurar ajuda no sentido de nos fazer voltar para dentro de nós mesmos, de modo que possamos nos autoconhecer, porque só o autoconhecimento nos livrará de nossa própria prisão interior. Precisamos uns dos outros para conseguirmos melhorar. Mesmo porque a sensação de vazio e solidão fazem com que a gente se isole, por acreditarmos que o outro não gosta da gente. Mas não é bem assim. Acabamos rejeitando as pessoas para que não sejamos rejeitados por elas. É uma defesa que criamos com a ilusão de que não vamos sofrer. O fato é que isso já é consequência de um sofrer muito grande internamente.

O que podemos fazer diante desta situação descrita aqui? Se vemos alguém neste estado, oferecemos ajuda e sem julgamento. Seja compassivo, entenda que a dor do outro, é do outro e que o fato de não ser a sua, não quer dizer que não mereça atenção. O número de pessoas deprimidas e ansiosas cresce a cada dia. Segundo a OMS são mais de 300 milhões de pessoas sofrendo de depressão hoje no mundo. O melhor é assumir que tem um problema e com humildade, porque isso não é nenhuma vergonha.

Procure um psicólogo ou um médico para que você possa ser esclarecido e avaliado. Em alguns casos a medicação é fundamental, mas o processo terapêutico é crucial porque é através dele que você poderá entender as razões que desencadearam esse processo, entendendo a dinâmica familiar que você teve. Depois que eu consegui reverter tudo que eu sentia percebi o quanto o mundo é incrível. Podemos esperar muitas coisas boas dele, mas primeiro precisamos enxergar as coisas boas que existem em nós. Nunca tenha dúvida de que dentro de você tem muita coisa boa.

Até a próxima!

www.criscastro.com.br

https://www.facebook.com/coachcriscastro/

www.instagram.com/coachcriscastro

Por: Vida Diária/Cristina Castro.

Matérias relacionadas:

Autoconfiante, um jeito bem-sucedido de ser

Sofrimento = Dor x Resistência

Mãe, o caminho da vida é a morte!

O poder do Autoconhecimento

A arte da Autocompaixão

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

COLUNAS Gente de opinião!

Espera excessiva na fila do banco, não pode!
Espera excessiva na fila do banco, não pode!
Publicado: Quinta, 15 Fevereiro 2018 18:21
O que é Desamparo Aprendido?
O que é Desamparo Aprendido?
Publicado: Sexta, 09 Fevereiro 2018 17:36
O que você está sentindo e pensando agora?
O que você está sentindo e pensando agora?
Publicado: Quinta, 01 Fevereiro 2018 18:21
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia